sábado, 22 de março de 2008


Domingo de páscoa, e sem páscoa, pois não comemoro e já não curto mais ovo de pascoa, acho que o chocolate não é dos melhores, e não sou sou chocolatra, mas gosto muito de chocolate.

Estou mais para meditar e analisar na energia que acontece na minha vida, num novo trabalho. A vida é um roda, a roda da vida, o guilgul, a roda da alma, sempre em movimento ( simbolismo do ovo!), de preferencia sempre criando e buscando melhorar os aspectos emocionais que vão existindo em cada situação. São os aspectos do plano da formação, chamado de olam yetzirá, ou Zeir Anpin... ou ainda aquilo que forma a estrela de David. São os aspectos emocionais que impedem ou deixam fluir as bençãos, a luz, o processo de criação.

E percebo que a musica que escolhemos, as imagens, as ideias que se passam em nossa mente, os contatos que temos no momento em que estamos vivendo, falam muito de toda a nossa produção.

A ideia é manter-se no mesmo ritmo ... gosto de ter um estilo dentro de mim, como uma musica que fica tocando, fazendo o fundo do filme, dando um toque, um sabor.

Estou muito mais musical e muito mais lounge, menos café, menos chocolate, menos velocidade. Olho para tras e percebo que quando nos aproximamos de pessoas, que passam a fazer parte da gente, uma lente de aumento acontece em nossas vidas. Aquela pessoa tem o dom de ampliar alguma carcateristica da gente - as boas e as ruins, e o legal é quando a gente vai percebendo e afinando, polindo os excessos que a pessoa fez a gente ser, viver e ver.

É como se a gente tivesse que acertar a velocidade de vida com a vida. Há um ritmo certo, uma batida correta, a musica exata para cada momento, o musico certo para se encontrar, o instrumento que cada um de nós nasceu para tocar, experiementar...e assim dançar, a dança da vida.

Preste mais atenção nos detalhes que buscas, nas imagens, nas comidas que escolhes, roupas, objetos, livros, noticias que chegam a ti - tudo isso fala da tua vibração.

Mas nunca fique passivo, crie a sua vibração, busque os seus caminhos - criando-os. Não queira fazer a sua vida num tabuleiro pronto, crie o seu tabuleiro. Crie o seu jogo!
Veja se voce não está querendo jogar o jogo no tabuleiro dos outros! Dai só sobrará queixas, pois no tabuleiro do outro somos peças com poucos movimentos, escravos - somos peças e não jogadores.
Não fique parado esperando o jogo aparecer....a intuição chegar, o governo mudar.
Crie, crie......
Dance, cante....toque a sua musica.


Nenhum comentário:

ECLIPSE E A ESCURIDÃO

Voce tem medo do escuro? normalmente temos, normalmente não desejamos situações de escuridão em nossas vidas. A kabbalah nos mostra at...