terça-feira, 1 de abril de 2008


E nestes tempos de tanta tecnologia e racionalidade

ainda sou tomada pela paixão,
tomada pela visão mais clara, a cegueiera.
tomada pelo prazer constante,

onde me deleito com a alegria de ser amada e amar.
Preenchida por algo que posso chamar de luz
meu desejo é toma-la, a paixão, nos meus braços
adormece-la e transforma-la em alma.

af

Nenhum comentário:

parte 1 Noé (Noah) nos conta de um mundo espiritual, sem caos, a construção desta possibilidade, ou o que chamamos de passagem do 6 para...