domingo, 21 de dezembro de 2008

Fogo da vida...Chanuká






Fogo alquímico, que a festa de chanuká nos traz,
Descobrir a mística por detrás da tradição é um grande mistério, saber que aquilo que estamos fazendo tem um efeito enorme em nossas vidas.
Acendemos as velas e o poder da vela dentro da espiritualidade e magia é algo impressionante.
Não há quem e o que resista. A alma conecta-se com a luz e o mal afasta-se desta luz.
Chanuká na tradição é um afastar o inimigo do Templo, daquilo que é mais precioso em nossas vidas, do nosso centro difusor divino. A moradia Dele.
Quando nos ligamos em meditação com cada vela e luz do candelabro (chanukia).
Com a luz afastamos o mundo do caos, olam taho, trazemos a luz da sabedoria, a luz mais elevada, que cura, que retira o mal, a inveja.
A vela com sua luz atrai as energias positivas e a nossa capacidade de nos centrar, voltar para a unidade.
Mas não basta acender, é preciso meditar em cada luz.

O fogo é o elemento chave desta data, e através dele podemos ter consciência de que existe uma outra realidade, aquela na qual D´us esta mais próximo e atuando constantemente através de seus milagres. Mas para isto você tem que fazer as conexões corretas, colocar-se apto e aberto para receber esta luz.

A escuridão existe fora de nós e dentro de nós, toma conta sem que possamos perceber, nos tornando reativos, impulsivos ou inconscientes de nossas atitudes e infantilidades. Somos seres carentes e nesta carência temos impulsos e pulsões que representam nossas patologias.

É preciso luz, muita luz para este mundo que nem sabe para onde ir.

Aquele que tem luz recebe a carga dos que não tem, e agora é o momento de cada pessoa se apegar a D´us (HaShem).

Nenhum comentário:

ECLIPSE E A ESCURIDÃO

Voce tem medo do escuro? normalmente temos, normalmente não desejamos situações de escuridão em nossas vidas. A kabbalah nos mostra at...