segunda-feira, 9 de março de 2009

MULHER VERBO

* Desenho de santiago+carbonel.


A mulher vir a ser, fogo no rabo, não se aquieta nunca,
Num devir para vir.
Na busca de servir.
Na busca de si mesma.
Mulher verbo inquieta como só você.

Pare um pouco.

Silencie.


Fuja da agitação de suas moléculas.
Sentada no fogo parece estar sempre em ebulição.
Atrás da alegria que te deixou a anos.
Atrás da luz.

Mulher verbo,
o que conjugas que não consegues meditar em tua luz,
tão linda, tão pura, tão BELA.
Intensa,
Contamina a todos com tua doce docilidade.
Presa em SI mesma
Viajas pra lá e pra cá

Pare um pouco

Abraça

Te abraça,
me abraça.

Te encontra,
Te revela em luz e movimento.
Conjugue seu verbo para vir a ser.
Num único sentido.

Desvendar os véus que te cobrem,
te escurecem,
te pesam o peso que te fecha e te aprisiona.

Mulher verbo...
Manifesta teu verbo.

Nenhum comentário:

ECLIPSE E A ESCURIDÃO

Voce tem medo do escuro? normalmente temos, normalmente não desejamos situações de escuridão em nossas vidas. A kabbalah nos mostra at...