terça-feira, 12 de maio de 2009

Deixe ir.......

No caminho cabalistico vamos aprendendo alguns segredos da vida.

Segredo um: todo mundo acha que a tua grama é muito verde!
Normalmente as pessoas, e as mais próximas e intimas, são as que mais pensam e agem assim, acreditam que a tua vida é perfeita. Tudo que desejam em suas vidas, acham que tu vive e tem, tudo que tu tem, querem viver também. Diríamos que isto é o principio da projeção e da inveja. Criam um ideal em nós, que nós não somos e não temos.

Segredo dois: quando estas pessoas conquistam o que desejam – te dão um chute na bunda! Isto mesmo! É incrível, todo amor e amizade que possa existir não vale mais nada.

Segredo três: não existia amor a amizade, era tudo ilusão, por que a vida da pessoa estava e está baseada em aparências.

Segredo quatro: Nunca se apegue a nada! Pois é, nosso maior erro, é o apego, a posse. Uma necessidade instintiva de voltar ao colo da mãe, uma mecânica trazida pela proibição da idolatria, que repetimos e insistimos. Idolatria quer dizer: colocar luz onde não tem luz. Colocar sentido e significado mais do que aquilo tem ou é. Nos apegamos demais e criamos dependências e jogos de faraó e escravos. Somos os dois, fazemos os dois papeis concomitantemente. Precisamos aprender a trabalhar melhor com a idéia de que o outro nos torna existente.
Aprender a não apegar-se a nada é aprender a ter tudo!
Quando o apego vem, vem o desconforto. E um dia a vida nos mostra que não devemos nos apegar a nada e nem a ninguém. Somos andarilhos, solitários numa caminhada de uma estrada única.

Segredo cinco: compartilhe com todo mundo! Compartilhe sempre, mesmo que isto seja insuportável para aqueles que recebem. A luz do compartilhar revela aquelas pessoas que sabem e que não sabem compartilhar, revela o egoísmo, as culpas, os medos.
Nem todo mundo suporta compartilhar.
Nem todo mundo suporta receber.

Segredo seis: simplesmente deixe ir.

Nenhum comentário:

ECLIPSE E A ESCURIDÃO

Voce tem medo do escuro? normalmente temos, normalmente não desejamos situações de escuridão em nossas vidas. A kabbalah nos mostra at...