domingo, 14 de junho de 2009

Caminhada Espiritual V

Desperte seu desejo!

Você sabe...vivemos escravos do Egito. Egito, Mitzraim, em hebraico é o código para algo que nos deixa presos a padrões, pensamentos, sentimentos.... que nos faz agir como ovelhinhas, presos ao olhar do outro, as contas do mês, presos em nosso estilo de atitude, um estilo que nem percebemos. Sem fé, cheios de pensamentos críticos e negativos, não abrimos espaço para sermos nós mesmos. O que é a própria libertação.
Libertar-se significa:
- cair no deserto
- crer no oculto que está fora e dentro de ti
- seguir regras para manter-se fiel as novas escolhas
- crescer

Não é fácil, mas vale a pena o esforço.
Dependo de ti! Mas vou dar uma forcinha.
Busque conscientizar o que vou escrever agora:

Para a cabala somos como vasos (keli), com a capacidade de atrair a Luz de D´us, e este vaso tem a qualidade de ter DESEJO, o desejo é o que atrai, ela se origina da Cabeça Divina ou inicio do nada (Keter ou Reisha d´ain). O Desejo superior, transforma-se em Vontade, que é uma energia de ação, ativa, enquanto que o desejo do Keli é passivo – um desejo de atração!
Esta vontade superior é conhecida como desejo de dar (ratzon lemaala mitaam v ´daat) e serve para controlar e dirigir os poderes conscientes e racionais da alma ( é o que nos desperta) – intelecto, que é a base espiritual da racionalidade. Nos ligamos neste através de nossas intenções conscientes, baseados nos segredos e mistérios revelados pela cabala.
O desejo que sentimos é chamado de aspecto inferior (ratzon al pitaam v´daat) e esta possui uma racionalidade oculta, é mais impulso, é onde esta a força da alma de perseguir o seu objetivo – o desejo.

Bem agora pense comigo:
O desejo é a nossa capacidade de permitir, de autorizar. Sem nos darmos conta autorizamos tudo em nossa vida, chegar pensamentos ruins, emoções, desejos...enfim, nosso desejo sem consciência autoriza tudo o que não desejamos, e daí atraímos exatamente o que não queremos. Puxa!!
Por isto falamos que somos instrumentos de forças com as quais estamos em sintonia. Tu vive na onda espiritual que tu te identifica!
È importante ter consciência do desejo, daquilo que estamos autorizando, ter conhecimento para dominar os impulsos, aprender a estar mais aquietados. Trabalhar-se espiritualmente, isto é:
Meditar
Orar
Estudar espiritualidade.
Estas são formas de compartilhar um tipo de energia que a alma capta e que pode trazer mais impulsos.

Pergunte-se – o que estou autorizando no dia de hoje?

Nenhum comentário:

ECLIPSE E A ESCURIDÃO

Voce tem medo do escuro? normalmente temos, normalmente não desejamos situações de escuridão em nossas vidas. A kabbalah nos mostra at...