Dentro do mês de Adar, através das energias de peixes, a espiritualidade mais alta nos convida para uma festa, que nos permite grandes transformações – um convite ao trabalho espiritual.

PURIM nos convida para um sorteio. Entre o bem e o mal.

ANDE CONFORME O CALENDARIO CABALISTICO



Tanto a Torá Escrita quanto a Oral se iniciam com uma distinta percepção da importância do tempo.

Estar ligado ao calendário é ter a sua consciência espiritual. É estar sempre estando em estado de recebimento de uma luz maior, mais elevada, que irá te beneficiar em todas as áreas.

Depois do pecado original, D'us dirigiu-Se a Adam com a pergunta: "Onde está você?" A determinação pessoal de onde ele está na vida começa determinando-se onde ele está no mundo, tanto física quanto espiritualmente. Na Kabbalah, é explicado que a dimensão de tempo é o que conecta a dimensão do espaço (a localização física de alguém) à dimensão da alma (a localização espiritual da pessoa).

O calendário nos dá uma direção no tempo e espaço, nos coloca ligados a todos os aspectos da natureza, ao cosmos e a tudo que existe na terra, quanto no céu.

Ele irá nos mostrar momentos em que a LUZ, D’us está em contração ou expansão, isto é quando as bênção recaem sobre nós e que tipo de bênçãos. Com isto poderemos perceber o melhor momento para isto ou aquilo.

Para a kabbalah o calendário nos mostra momentos exatos que podemos nos conectar com a inteligência cósmica, onde o céu se abre.

Temos, então, ciclos de dias santificados, solenes, festivos, semi-festivos ou até tristes. Temos o Shabat a cada sete dias, o Rosh Kodesh(cabeça do mês) – um dia semi festivo, que é o inicio de cada mês, que se dá com o primeiro fio de luz da lua. E as datas festivas que fecham um ciclo de evolução, oportunidades e movimentos espirituais.



CONHEÇA UM POUCO MAIS......

Pêssach (Páscoa), Shavuot (Pentecostes-festa das semanas) e Sucot (festa das cabanas), as Três Festas de Peregrinação, são dias festivos (Yom Tov), lembrando respectivamente o Êxodo do Egito, a Outorga da Torá no Monte Sinai e os quarenta anos de perambulação pelo deserto.
Há seis jejuns obrigatórios no decorrer do ano: Tsom Guedalyá (dia 3 de Tishrei); Yom Kipur, (10 de Tishrei); Dez de Tevêt; Taanit Ester (13 de Adar); Dezessete de Tamuz; e Tish'á Beav, (9 de Menachêm Av).

Para começar, por que precisamos de um calendário? Isto é fácil: para lembrar as datas importantes das festividades, saber com antecedência o dia de nosso aniversário e etc, etc. O calendário marca momentos importantes, passagens, PORTAS.



De que modo este calendário se distingue? O calendário judaico é lunissolar, i.e., os meses seguem as fases da Lua, porém leva-se em conta as estações do ano.



PURIM

Neste mês, décimo segundo mês do calendário, isto é, ultimo mês de um ciclo. Chegamos num ponto, em uma maturidade ou numa “estação” em nossas vidas em que necessitamos nos abrir, nos entregar, descobrir. O Oculto sai da escuridão! Há revelação e contato com o mundo espiritual. Os inimigos ocultos se revelam, são revelados. O mundo espiritual atua com mais força. Por que? Por que em breve, na próxima lua, entramos num novo ciclo.

O que é ou está oculto? Pode ser muito sutil para alguns, para outros é um período de grandes revelações. E um momento de grande revelação onde os véus que separam os mundos caem é em Purim.

A idéia é: como se não houvesse separação entre o mundo espiritual e físico. Mas o espiritual não é explicito e nem pode ser, por isto usamos mascaras, que nos protegem, pois a luz de Purim é muito forte e nos revela.

Dia 4 a noite, comemoramos Purim. Um dia antes fazemos um jejum de purificação e desconexão das energias negativas. No dia da festa lemos a História de Esther! Através de sua conexão limpamos as cascas de desvio e destruição, revelamos nossos inimigos.


E saiba mais.

Na próxima lua crescente começaremos um novo ciclo, um novo mês – o mês de Nissan, e todo o calendário vai nos levar para um desfazer, um limpar o guarda roupa, arrumar a casa, limpar tudo para ocupar com coisas novas. Não ande sem pensar ali na frente, também.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

GAM ZU LE TOVA “ Tudo é para o bem. “

Cabala Hermética

SHIN