sábado, 3 de abril de 2010

O ovo da páscoa e a Kabbala.



A vida é feita de ciclos, tudo passa, nunca esqueça disto...tudo passa.
E a cada ciclo um novo começo, uma nova vida, como o ovo fértil, como o ovo que alimenta, traz prazer e vida. Renova. O ovo é de pessach minha gente.

O ovo é o que esperamos começar uma outra fase em nossas vidas, com a energia do impulso de Áries, saindo da casca, ou das cascas.

O ovo - kinder ovo, que abre e deixa sair a pomba, o sopro sagrado, ou espírito santo.

É preciso estar imbuído de um novo espírito, aberto para que algo nos guie neste caminho.

Perdemos esta magia, a de acreditar que isto é verdade e possível. Perdemos a magia lúdica para a racionalidade.

Relaxe.

No impulso nossa direção deve ser da fertilização, prosperidade, o coelho já nos avisa. Seria o coelho de Alice no Pais das maravilhas?

O coelho do Tempo???

Salomão já dizia...há tempo para tudo. Por isto vivemos com pressa.
O ovo em nossa páscoa, no Seder de Pessach representa as energias de Guevura que devemos quebrar.

E quebram-se ovos para descobrir as surpresas que trazem por dentro.
Todo ovo é oco, não tem Nada, vazio, possibilita a imaginação crescer. No Nada é que encontramos o novo ciclo, D´us, pois D´us é o verbo, e D´us se fez carne...e muito mais para nós.

Nenhum comentário:

ECLIPSE E A ESCURIDÃO

Voce tem medo do escuro? normalmente temos, normalmente não desejamos situações de escuridão em nossas vidas. A kabbalah nos mostra at...