quinta-feira, 14 de outubro de 2010

O MITO VIVE! O MITO VIVO!



No deserto do Atacama, engolidos pela terra, 33 mineiros casam com Peséfone, visitam o deus Hades, da morte ( Plutão), deus que governa o mundo subterrâneo, encontram dentro de si a dualidade do deus e o diabo, a vida e a morte, conduzem-se sem se deixar sucumbir pelo desespero, pelo medo.
Voltam ao útero da Terra mãe, para 69 dias depois nascerem – renascerem.
Ninguém volta igual depois de contatar Hades ou Perséfone; casal que simboliza: A simbologia desta união põe em comunicação duas das principais forças e recursos naturais: a riqueza do subsolo que fornece os minerais, e faz brotar de seu âmago as sementes - vida e morte.(Wikipédia)
A história é cabalística! Mítica. Cheia de símbolos.
33 é sempre um numero de transformação, morte e renascimento de Cristo, traz a palavra Gal, em hebraico, que significa Roda, o andar, a roda da vida!
Entrar na Mina, para buscar o que há de mais precioso, na escuridão a luz. Perséfone e Hades que nos matam, para nunca mais sermos os mesmos. Só sobrevive quem realmente deseja transformar, renascer como a ave FÊNIX, que trousse de volta cada parte de um Chile renascido, cada parte de nós.
Perséfone casa com a morte, pois casamento é morte! É corte do cordão umbilical, das dependências de um mão doadora. Agora o útero terra não é mais prazer, mas terror de fantasias e medos. É ali que nasce o herói, aquilo que temos de mais luz e competência. Como Alice no Pais das Maravilhas, que cai na Toca do coelho! Josué é atirado no poço, onde descobre suas potencialidades e ganha um novo destino, que lhe faz chegar ao ministério do Egito!
Nos caminhos espirituais 33 é 2/3, uma proporção de 2:1, a passagem do mundo dual para a unidade, estarmos mais inteiros.
Jung, acorda aqui de seu sono e em alegria vê a beleza que este momento pinta as nossas telas de TV, jornal.... a vida venceu! A morte não levou vantagem, não tirou nada de nós, alem do que deveria levar. Renascer é ainda ter domínio sobre a morte como um processo de evolução e não um corte abrupto que nos deixa marcas e sofrimentos.

Nenhum comentário:

ECLIPSE E A ESCURIDÃO

Voce tem medo do escuro? normalmente temos, normalmente não desejamos situações de escuridão em nossas vidas. A kabbalah nos mostra at...