sexta-feira, 18 de maio de 2012

Por que Estudar Kabbalah?


Quando uma pessoa comum estuda os escritos dos Kabbalistas, ela aprende sobre o que antes lhe era oculto. Somente após adquirir o sexto sentido através do estudo ela começa a ver e sentir o que antes não era revelado.

Kabbalistas não transmitem seu conhecimento sobre a estrutura do mundo superior, do mundo espiritual, sem uma razão. Encontra-se em seus escritos um fenômeno importante: a capacidade de desenvolver um sexto sentido é inerente a todas as pessoas.

Quando uma pessoa é exposta a materiais Kabbalisticos, ela pode de início não entender o que está lendo. Mas ela quer entender, e tenta fazer isso ao seu modo; ela invoca o que se chama a luz circundante, a luz que a corrige; gradualmente a realidade espiritual se mostra a ela. As expressões corrigir e correção são usadas em Kabbalah para descrever uma mudança no desejo de receber, isto é, a aquisição das qualidades do mundo espiritual e do Criador.

Todos têm esse sexto sentido ainda adormecido; ele é chamado o ponto no coração. Em oposição a ele está a luz, que ao final era preencher esse ponto, o sexto sentido, quando ele estiver desenvolvido.

O sexto sentido também é chamado o vaso espiritual (kli), e continua a existir mesmo sem realidade material. O vaso espiritual da pessoa comum não é suficientemente desenvolvido para sentir o mundo espiritual. Se ela estudar os escritos originais da Kabbalah do modo correto, essa luz brilha sobre o ponto no coração e começa a desenvolve-lo. O ponto então começa a alargar-se e expande-se suficientemente para permitir que a luz circundante o penetre. A entrada da luz nesse ponto dá à pessoa um sentimento espiritual. Esse ponto é a alma da pessoa.

Nada é possível sem ajuda do alto, sem que a luz circundante desça do alto e gradualmente ilumine o caminho de uma pessoa. Mesmo que não reconheçamos essa luz, há uma conexão direta entre o ponto no coração e a luz que deverá preenche-lo, como foi planejado pelo Alto. Estudar os livros de Kabbalah permite que a pessoa se conecte com a fonte da luz, e gradualmente passe a sentir um desejo por espiritualidade. Esse processo é chamado segulah (remédio).

O Rabbi Yehuda Ashlag escreveu na Introdução ao Estudo das Dez Sefirot: Por que os Kabbalistas instruíram todas as pessoas a estudar Kabbalah? Embora seja grande e valioso tornar público que há uma qualidade incomparavelmente maravilhosa em estudar a sabedoria da Kabbalah, mesmo que as pessoas não entendam o que estão estudando, o tremendo desejo de compreender o que estão estudando desperta as luzes que cercam suas almas. Isso significa que está assegurada a qualquer pessoa a possibilidade de no final, atingir todos os
maravilhosos feitos que o Criador reservou para nós quando planejou a criação. Aqueles que não os atingirem nesta encarnação o farão em outra, até que a intenção do Criador seja preenchida.

Mesmo que uma pessoa não atinja sua plenitude, as luzes estão destinadas a serem dela; as luzes circundantes esperam que a pessoa prepare seu vaso para recebe-las.

Assim, mesmo quando não existem os vasos, quando uma pessoa penetra nessa sabedoria e chama pelos nomes as luzes e os vasos que estão esperando por elas e que lhes pertencem, essas luzes irão brilhar sobre ela, mesmo que apenas até um certo grau. Mas essas luzes não irão penetrar sua alma interior, até que os vasos estejam prontos para aceita-las. A Kabbalah é o único meio para criar um vaso para receber a luz do Criador.
A luz que a pessoa recebe quando penetra na sabedoria atrai encantamento celestial, bênção e abundância de santidade e pureza sobre ele, trazendo-a mais perto de atingir a plenitude.

A Kabbalah é especial pois dá à pessoa um sabor da espiritualidade enquanto ela está estudando, e desse experiência em diante, ela passa a preferir espiritualidade ao materialismo. Na proporção de sua espiritualidade ela clarifica sua vontade, e aprende a se distanciar das coisas pelas quais se atraía anteriormente, da mesma forma que um adulto deixa de se sentir atraído por brincadeiras infantis.
Por que precisamos da Kabbalah? Porque a Kabbalah nos foi dada como um trampolim para a mudança; para que possamos conhecer o Criador. Essas são as únicas razões pelas quais a Kabbalah foi dada. Quem quer que estude a Kabbalah com o objetivo de se modificar, de conhecer o Criador, alcança o estágio em que começa a ver que pode conseguir fazer isso, sem sofrimento.

Nenhum comentário:

ECLIPSE E A ESCURIDÃO

Voce tem medo do escuro? normalmente temos, normalmente não desejamos situações de escuridão em nossas vidas. A kabbalah nos mostra at...