domingo, 24 de fevereiro de 2013

Torre de Babel e o Fim do Mundo


Arranhas céus que se erguem em nossa volta, e o homem quer alcançar D'us.

Cria escadas, torres...

Busca por todos os lados dominar o alto, sem ter aprendido a dominar a terra ou a si mesmo.

Somos exagerados? Guiados por impulsos? Para onde vamos...como máquinas destruidoras...e nós? Simples consumidores...desejosos de tudo que nos oferecem!

O poder dos céus nos chega silenciosamente.

Quanto mais alto melhor, quanto mais atividades e afazeres, quanto menos criatividade melhor ainda, quanto menos temos de fazer......é tudo que queremos...

Num passe de mágica...e deu...ali está tudo o que desejamos.

E a família Jetson nos parecia tão feliz! Tão perfeita!

 

Quanto mais alto queremos chegar  - desbancamos os mais altos, que chegam por outras vias...tchau Papa...oi meteoritos? Meteoros?...chuvas....

 
O céu nos responde!  Será o fim do mundo?

 
O mês de janeiro foi mais fim do mundo do que nunca! Fevereiro foi a consequência das energias de janeiro! E tudo vai para o seu lugar...pelo menos até amanhã, quando novamente vamos desequilibrar tudo de novo...e um novo jogo recomeça!

 

Na história bíblica da Torre de Babel o homem busca sua semelhança com a divindade pelo caminho errado, gera a separação e não a união, como vemos na cabala, como o caminho para chegarmos Nele. Construir escadas até lá através do ego, egoísmo, interesse próprio não é o melhor caminho, destruição na certa.

 
Quer que teu negócio dê certo? Então não pense só por si, mas por muitos, faça por muitos......e cresça!

 
A Torre de Babel esqueceu de respirar, de trocar. Deixou de ser uma usina, para gerar toxinas, produziu lixo e foi enterrada pelo próprio lixo.

E agora o fim do mundo.....mas ninguém acorda, e as mensagens via email continuam bobas.

 E quem sai do seu Ego, silencia a mente e o coração, tão desejosos, queixosos...insaciáveis.

Aqui é o lugar, mas queremos alcançar os céus. A Divindade nos colocou aqui! Na terra para aprendermos a cuidá-la! Na Torre perdemos a unidade, pois esquecemos do propósito da vida aqui. Subimos para lutar contra os Deuses. Esquecemos de ser para um  fazer e TER.

 As Torres são altas, mas só separam, pois criam os véus da ilusão, nos fazem acreditar num ganho de poder e status que não existem, pois as Torres estão vazias.

 

 

Nenhum comentário:

ECLIPSE E A ESCURIDÃO

Voce tem medo do escuro? normalmente temos, normalmente não desejamos situações de escuridão em nossas vidas. A kabbalah nos mostra at...