quarta-feira, 21 de maio de 2008

RED STRING - Fita vermelha




É engraçado como temos a necessidade de coisas do tipo amuleto, como necessitamos ver, tocar, ter algo fisico que nos liga a D´us, e mais ainda aquilo que carrega a energia de proteção...ainda mais..contra o Olho Grande! bahh nem se fala então...

Para muitas linhas cabalisticas e judaicas a fita vermelha, assim como qualquer amuleto é pura bobagem. A verdade é que quanto mais elevado voce está menos estas coisas tem efeito, menos voce precisa, pois esta menos incerido no mundo fisico, logo, recebe menos os seus efeitos.

Mas quando estamos mergulhados nesta fisicalidade, bem.. as vezes deveriamos nos vestir de amuletos...mas só se fossemos como uma pedra, sem alma! ( e quem disse que pedras não tem alma?).

Voce tem alma?

Bem entao só amuleto não serve, tens que estudar, orar e meditar, adquirir novos valores, novas atitudes.


Conheci a fita vermelha a mais de 15 anos, na epoca ninguem cobrava nada, e a fita era toda preparada junto com um rabino, eram feitas bençãos especiais e aquele que recebi a fita deveria estar em meditação. na época a fita era de fio vegetal, e não animal, não era lã! Hoje é lã, por que é bem mais forte, a lá, por ser animal trabalha mais com a energia semelhante - animal.


A função da fita é proteger contra o olho grande, mas não só o das pessoas da nossa volta, mas fazer com que não tenhamos Olho Grande dos outros, que não despertamos a inveja no outro. É muito facil a gente falar do mal dos outros!!!

Mas a fita tem uma função muito importante ela nos lembra da enegria de Guevura (Força), por isto esta no braço esquerdo e é vermelha, para lembrar do Rigor, da restrição e auto disciplina que temos que ter.

Ela ajuda a parar o nosso mal instinto.

A Fita nos lembra o que somos e a quem servimos.


Por isto tem todo um ritual que envolve a sua colocação.

pesoalmente nãoa cho que ela deva ser comercializada, mas entendo o motivo de ser comercializada, pela energia da troca e pela energia que o dinheiro carrega, da idolatria ( explico isto melhor em outro texto).

Mas só para lembrar que coloco a fita e a troca que existe na escola é que o Ritual é obrigatório, não o dinheiro.


Quem quer colocar é só ligar/mandar um email e marcar.

E o Tempo....


O Tempo é um instrumento de Satã, não tenho mais duvidas disto.

A cada dia que me vejo presa e sequestrada por ele, deixo de visitar outros mundos em minha vida, para ficar presa numa condição de sobrevivencia tão estupida. Sinto-me consumida, como se servisse a ele e não mais a D´us! E o pior, o tempo não me devolve nada, é um monstro que devora tudo na sua frente, se mantem por que damos "bolachinhas" para ele. Deveriamos colocar em nossas casas, junto do relogio: "Não alimente o tempo" ou " É proibido alimentar o tempo".

Ahh este tempo deste mundo que chamamos de Olam habahamit (Mundo da sobrevivencia), na qual nos tornamos cegos e impulsivos, dominados pelas emoções, pleas faltas, pelo desejo incontido de receber, pelo Yetzer hará (mal instinto). Entramos nele de cabeça, ficamos com a nossa energia completamente fora do normal, empurrados por algo, que achamos que é a nossa agenda, nossos compromissos...que nada! é o Tempo, este mal que rompe com o tempo da natureza, tempo do sol e da lua, tempo da luz.


Alguma vez tu já te perguntou se realmente este tempo existe?

Ele existe na dimensão do 1%, tudo bem..pode ser 10%, mas é numa pequena verdadeira fração da nossa vida. mas a nossa consciencia está tão presa nesta vida fisica, de aparencias, de finitude, que não vê mais nada, cega-se para D´us. Cega-se para si mesmo.


ROMPA COM ESTE TEMPO!


LIBERTE-SE.

segunda-feira, 12 de maio de 2008

POR QUE FAZER UM RETIRO ESPIRITUAL?


O Retiro é um centro de UNIDADE, uma escola para aqueles que vão, pois pode-se viver de forma intensa um novo olhar que remeto a cada passo que damos, uma nova vida que se forma, a busca da excelência, da expansão de consciência, o entendimento do por que que Estudo, oração, meditações e rituais são fundamentais para mudar o nosso Leme, a direção que nossa mente e coração tomaram e que está nos trazendo tantas dores.
Muita coisa mágica acontece num retiro, mas o principal é estar durante alguns dias contrado num conhecimento que nos leva a graus muito alto de vibração, que nos faz mais “justos” e abençoados.


RETIRO tem relação com a idéia de retirar-se de algo, pode ser de um problema, de uma situação sofrida, de uma realidade que não desejamos, enfim...RETIRAR-SE nos leva a buscarmos um caminho para encontrar soluções, respostas, caminhos e milagres para a nossa vida.
Retirar-se tem a ver com criar um espaço para si, por isso, retirar-se é dar lugar para um eu inteiro, o self. Sair do barulho e da atitude automatizada da vida atual, para dar liberdade ao nosso ser criado por D´us e que é um ser co-criador com Ele.
Estamos no barulho, mas não somos barulho. Retirando-se disto criamos o espaço e condições de aumentar nossas percepções e nossos sentidos.
Buscamos soluções e sonhamos com milagres para nos sentir num estado de graça e felicidade, que parecem estar sempre no final do arco íris, como o famoso pote de ouro. Mas projetamos esta felicidade em tudo que há fora de nós. Esquecemos que ela é um estado emocional, ou o que chamamos de estado metafísico, mas em nossas vidas de bens e consumo, ou de cativeiros emocionais que criamos a partir do olhar do outro, seja em forma de afetos ou desafetos. Nos tornamos cativos de falsos amores que cremos nossa única fonte de energia.
No dia-dia freqüentemente nos afastamos da paz e do equilíbrio, nos perturbamos, somos cometidos por depressão, caímos na rotina, perdemos a paixão pelas coisas, nos irritamos, nos conectamos com nosso egoísmo, enfim, nos desconectamos do que chamamos de luz.

quarta-feira, 7 de maio de 2008

Israel - 60 anos!


O Estado de Israel faz 60 anos!
Terra Prometida, Terra Santa, Terra de alguém, Terra de D´us, onde nos é permitido viver, desfrutar e desenvolver a potencialidade máxima da terra.
Israel simboliza o encontro entre o céu e a terra, a unidade. Fora de lá estamos no exílio, longe da casa da mãe.
60 anos é o principio da maturidade, 60 é o principio da vida em ciclos, de uma vida de continuidades.
Neste pequeno espaço deixo minha saudade de ti, a saudade de pertencer a algo, de fazer parte de uma história e de ajudar a construir esta história.

sexta-feira, 2 de maio de 2008

Destino...


Que destino que devemos fazer, somos filamentos de D´us, servimos ao compartilhar que nada mais é do que transformação.
O que pensar quando coisas não acontecem como a nossa mente-agenda se programa?
Ser reativa é uma opção, mas tem outras, entregar-se a situação. E entregar-se não é ser passiva, é sentir que você não tinha uma simples vontade de buscar aquele destino que você se preparou, e ficar bem. Pode ser acomodação, ficar situado em zonas de conforto, mas com sinceridade de coração e honestidade, uma conversa interna pode fazer com que se consiga compreender que aquele não era o momento exato daquele acontecimento.

Quando as pessoas me perguntam sobre destino, sinto que querem saber .. “ eu sou livre”? a resposta é NÃO!
Vivemos numa rede e por estarmos nesta rede nossa caminhada é quase vigiada, é como se estivéssemos presos a fios, nossos passos são limitados, pois necessitamos levar um monte de coisa com a gente. Ou você faz o movimento ou você é movimentado. Bem daí você escolhe que destino que queres ter de carregar, de responsabilidade de ser a causa ou de ser a vitima, conseqüência e ser carregado??

Que o destino nos toque para que desperte em nós a nossa consciência.

Mas que ser pega de surpresa pelo destino é estranho é, a sensação inicial de “nesguid” ( mal estar em idish). Quando o destino nos pega sozinhas, é como ficar parada no meio do movimento da vida e todo mundo vivendo, andando, menos tu! É uma sensação de sair daquele tempo espaço. Mas quando você não esta sozinha, é como se aquele momento pertence a vocês. Não fica a sensação de perda, mas de continuidade, e assim ficou.....
Continuamos nosso movimento, movimentando a rede, a vida, sem sermos vitimas, mas donas de cada situação, cada vez mais donas.

ECLIPSE E A ESCURIDÃO

Voce tem medo do escuro? normalmente temos, normalmente não desejamos situações de escuridão em nossas vidas. A kabbalah nos mostra at...