domingo, 29 de junho de 2008


a morte me sobressalta
me vem como o fim de um jogo

um jogo ganho
um jogo suado
e que agora chega seu fim

minha trasformação é a tua transformação
libertação de algo que nos sufoca
nos oprime

sair de uma condição já envelhecida,
mas segura me assusta
me consome

há um luto em mim
agora é morte, é fim...

amanha saimos de um utero,
já tão pequeno

adentraremos na verdadeira vida
o deserto é amplo e silencioso
iluminado e cheio de Luz,
cheio de um grande Nada.

E todas as possibilidades podem surgir ali
é uma tela nova para ser pintada

Os 7 níveis do despertar



O trabalho espiritual nos leva a subida em diferentes degraus, que são níveis da luz, de conhecimento, que trazem para cada um uma maior capacidade de compartilhar o conhecimento, através da transformação pessoal, através das palavras e gestos. A cada dia buscando uma forma mais plena de relacionamento com a vida.
Cada estagio tem uma relação com as vasilhas de luz da arvore da vida. A passagem para cada nível a cima nos traz sensações de morte, de desprendimento, são processos de nascimento e renascimentos.
A cada níveis construímos uma nova realidade externa, que se manifesta de forma sutil, filmes de uma vida que mudam conforme o grau de consciência de cada pessoa, véus que são retirados de nossos olhos, nos fazendo ver a vida sem os nossos medos e inseguranças. Cada vasilha representa a nossa capacidade de recebimento e merecimento em obter a consciência. Tudo na nossa volta tem um pedaço desta estrutura e tudo esta interligado. Quando mexo numa parte , mexo no todo!
“Para resumir, cada sefirá ou canal é uma força criativa e que ajuda a criar os mundos em que vivemos, ou de forma mais pessoal, as propriedades básicas ou poderes da alma.” (chabad)


keter - coroa - totalidade
chochmá - sabedoria - criatividade
biná - entendimento - paciência
da'at - conhecimento - aprofundamento
chessed - bondade - mental (integradora)
guevurá - poder - limites (visionária)
tiferet - beleza - identidade e expressão (expressiva)
netzach - vitória - afetivo (afetividade)
hod - agradecimento - Impulso racional, conceitual (mental)
yessod - alicerce - impulso de ligação (emocional)
malchut - reino - impulso de sobrevivência (física)
Vasilhas quebradas que necessitam serem reconstruídas.
Reconstruindo pensamentos,
Reconstruindo emoções.
Palavras e idéias embaralhadas em nossas cabeças,
Que se perdem de nós mesmos,
Criam emoções fragmentadas.
E cada vez nos colocam longe da Luz.

Equilíbrio desejado que cria o movimento necessário para a nossa vida!

Consertar cada sensação, cada imagem dentro do mundo.
Vasilhas quebradas que necessitam serem reconstruídas.
Estão dentro e fora de nós.

domingo, 22 de junho de 2008


Há homens que necessitam justificar
Justificar a vida
Justificar seu movimento, sua vida
Vivem na culpa
Não se libertam,
Não se esforçam e vivem fechados em si

Há algo que te persegue e te assalta todos os dias,
Tuas culpas
Tua vergonha
Teus medos

Por que te mentir
Por que te esconder
Por que viver atrás de véus
Grinaldas de outras vidas
Falso estado de uma era

Insegura de si mesma
Suportável como amiga

Não te mentis tanto
Não te enganes que estas enganando
Segurando teu lugar
Num lugar que não tem lugar

Não sou um show
Não tens que guardar a cadeira da primeira fila

terça-feira, 17 de junho de 2008

Identidade

Identidade é uma coisa complicada. É incrivel como não sabemos bem quem somos, como nossa identidade está diretamente ligada a idéia de pertencer a um grupo. Como ela fica comprometida quando meu pai ou minha mãe não me olham com um olhar de acolhimento, mas de julgamento.
É comum ver as pessoas buscarem uma identidade em coisas externas, status, objetos, vestimentas, adquirindo muitas vezes quase um arquetipo, para conseguir marcar a sua identidade.
Como busca-la tem relação com mostrar para os outros o que se é!

Identidade é coisa complicada por que mexe com os nosso rigores, nossos padrões e julgamentos.

Identidade é algo que perdemos no tempo, por estarmos fixos nas nossas culpas e baixo estima, que é a incapacidade de se ver com merecimento e amor.

Identidade é algo que tem que ser temperado com tolerancia, com jogo de cintura entre os diversos eus que existem dentro de nós.

sábado, 14 de junho de 2008

encontros....

A vida nos proporciona encontros e movimentos diários que nos trazem prazer e criatividade. Nada como estar de bem, receber e receber...momentos simples, mas com tanta luz e inspiração.
A gente se dá isto, quando decidimos toda a manha escolher pela vida, pelo bom humor, pela idéia de estar proativa, receptiva a vida, ouvindo seu coração, ouvindo as suas reatividades e disciplinando-as para que não tragam conseqüências externas.
A cada momento temos que fazer escolhas: onde estar, o que queremos receber, com quem queremos estar, o que queremos pensar e falar, para onde queremos olhar, enfim.
Mas ao fazer a escolha temos que estar abertos(as) para receber aquilo que escolhemos.

Sem ansiedades, por favor, confie na sua escolha. O pensamento, a palavra, possuem poder!

Tem dias que estamos tão receptivo(as) a luz, que o dia parece ser quase perfeito, cheio de coisas simples e comuns, mas perfeito em encontros, em perguntas e respostas, perfeito em historias contadas, alimentos degustados, cafés, cervejas, vinhos, sopas saboreados com o doce sabor da vida.
São estes os dias em que estou certa de que a porção de “maná” caiu e pude recolher a sua medida sem se quer ter medo do amanha. Amanha D´us mandará mais maná.

quarta-feira, 11 de junho de 2008

A realidade do Chuchu/Xuxu


Vivemos numa realidade na qual estamos presos e a Kabbalah esta ai para nos tirar desta realidade e nos colocarem uma realidade mais plena..certo!? A realidade mais densa que é a do dia dia, onde nossa mente vive angustiada, cheia de dúvidas esta sendo alimentada pelas forças do mal, forças que deixam seus sinais num processo de destruição, impõe a crise, o fim da água, do ar, do alimento.. o fim da vida. Esta é a guerra! Esta é a III guerra mundial, uma guerra mental, um jogo corrupto e sujo que invade cada um de nós e nos faz acreditar num fim. Creiam em D´us!!! Aqueles que estudam Kabbalah ( sacanagem a minha, mas tenho a coragem de dizer que são muito poucos!!) sabem do que estou falando... a Luz, D´us é a justiça da transformação, não da destruição. Ok fui muito religiosa agora... mas creiam... existem 2 realidades, a realidade da arvore do conhecimento do bem e do mal e a realidade da arvore da vida.
Existe uma força satânica que alimento a negatividade, a duvida, cria um desequilíbrio no sistema, você entra se você quer. Mas o mal não esta só ali, também está infiltrado junto daqueles que não corrigem seus aspectos emocionais, deixam-se levar pelo seu ego e gritam por paz mundial, buscam radicalmente a luz, sem se quer saber por que... por que o que os move é apenas ego, é a identidade do outro...

Acreditar na luz é acreditar em si, centrar-se, estar sinete de que você é um veiculo da luz e serve a luz! E quando você serve a luz o que desperta em você é a semente divina, a luz interior, que é a sua alma. E a característica da alma é ser criadora, eu diria mais...ser agricultora.... plantar, cuidar e colher a semente. E vocês me dizem que vai faltar alimento???
Vai faltar Chuchu,..... e coitado do Chuchu, meio água/meio alimento... imagina...

E chuchu é com “x” ou “ch”?

Esta a hora de teres uma atitude e escolher por que caminho andar..a cada dia vai ficar mais e mais claro os diferentes mundos, as diferentes realidades, a crise que vivemos vai colocar luz e escuridão uma ao lado da outra.. a aprendizagem a nossa geração é de despertar o livre Arbítrio!! ESCOLHA!

Estude Kabbalah e prepare-se para cada momento que iremos viver!

domingo, 8 de junho de 2008

Espaços em Branco


Caminhando pelos teus corredores
Encontro espaços em brando dentro e fora de mim,
Corredores curvos, descidas e subidas que me levam a um nada.
Grandioso espaço que sinto tanta necessidade de preencher.
Teu espaço torna cada peça de arte exposta tão pequena que chega a desvalorizar o objeto de desejo.
Não sei o que é mais importante, meus olhos se perdem em tua construção...e a arte, que é tão importante, já não se faz presente!

A alma se perde num corpo que necessita sempre de um olhar.
Como Cain e Abel, corpo e alma que não resistem a um casamento.
E Caim na sua fúria pelo olhar Divino mata Abel.

Repetimos, sem cuidado nenhum, a história. O corpo, a aparência, mata a alma, a essência!

Encontros e Estudos de Shavuot


Caminhos e encontros traçados e descobertos num estudo.
Aprofundar-se nas coincidências que a vida nos monta é tomar um olhar cabalístico.
Queres entrar em outra realidade?
Então te deixa tomar por um novo olhar, ligue tudo ao teu redor com a tua história e a história da humanidade. Ligue tudo numa luta de bem(luz e consciência) e mal-padrão e não consciência.
Deixe-se tocar em seu coração por esta luz, acabe com o rigor, com a rigidez que existe dentro de ti. Não seja dono (a) da verdade, mas entregue-se para receber. E kabbalah é uma palavra que significa receber.
Abra o jornal para ver o que esta acontecendo dentro de ti, ajude a trazer consciência, luz, perceba o bem e o mal fora e dentro de você. O que esta fora também está dentro. As falhas externas são falhas internas.
É preciso aprender e entrar em movimento nesta vida.
D´us é o criador e esta criando sempre. Caso parasse de criar a vida sucumbiria neste instante.
Abra seu coração, siga seu caminho, mas de coração aberto. Você só é um aprendiz da vida! Nada a mais e nada demais!

Espaços em Branco e caminhos vazios...



...e tantas são as possibilidades que se abrem.....

domingo, 1 de junho de 2008

Interferências espirituais


A vida tem seus mistérios, as coisas ocultam entram muita mais na nossa realidade do que conseguimos perceber, isso se conseguirmos perceber!
O mental, a fantasia, os desejos, impulsos que passam por nós e que são oculto aos outros, na verdade entram na vida das pessoas de uma forma tão forte, entram em nossas vidas e passam a atrapalhar, como interferências de rádios, de uma estação na outra. Chega uma hora que tu não ouve nada. Não vê mais, como se não fosse mais tu.

Interferências vem por que em algum momento a energia daquela pessoa se atrai pela tua e tu pela dele(a). São normalmente energias opostas. Isto é, a outra pessoa forma um “par” contigo.
O que acaba acontecendo é que esta pessoa causa grandes interferências, atrapalhando muitas coisas, impedindo que coisas aconteçam.
Bem existem pessoas que chegam em nossas vidas que estão ali para nos transformar, mas seus pensamentos e desejos mais impuros também interferem, mesmo que a pessoa seja tudo de bom!

É preciso transformar a vasilha para que as atrações possam mudar, para que possamos abri-la para quem irá derramar luz em nós!

Dias de silêncio



Tem dias que me sinto tomada pelo silencio,
Estou com as palavras tão mergulhadas em mim,
Que nada sai de mim.
Prefiro a escuta, a observação.
Nestes dias falo com os olhos, falo com meu coração.
Mas não me chega luz nas palavras para que eu fale, fale.
As vezes percebo que este silencio assusta.
Mas sem intenção simplesmente não me chegam palavras.
Acho que quando não falo, meu coração está mais aberto, mais receptivo.
Falar é colocar algo para fora e nem sempre tenho o que colocar.

É preciso descansar, muitas vezes é preciso tempo para sintonizar,
mudar a vibração, o foco para mudar o assunto.

Estar calada não estar distante, mas é estar presente de outra forma.

ECLIPSE E A ESCURIDÃO

Voce tem medo do escuro? normalmente temos, normalmente não desejamos situações de escuridão em nossas vidas. A kabbalah nos mostra at...