terça-feira, 31 de maio de 2011



Dê-me asas para voar,

Dê-me um novo movimento de expansão.

Posso agüentar, posso suportar, pois é preciso mudar uma realidade tão morta!

Asas, asas para sentir-me liberta.

Sou Luz e necessito expandir a Luz...

Sou mais do que eu, eu sou tu....

E me revelo e me descubro em ti, que me reflete a cada instante.

Revelar – ação



O segredo do caminho dos 49 portais de ascensão é a contagem do Omer, um trabalho meditativo, que requer disciplina, onde durante um tempo encontramos consigo mesmos, numa contagem mística, que atua em nosso ser mais sutil...até chegarmos no ponto de entrada da dimensão de Biná, nas portas do entendimento.

Este é o momento da revelação, um momento para estarmos abertos, receptivos para nos conectar com uma outra dimensão da fala divina, Receber!

A revelação é acima de tudo, um levar nossas partes ao pé do monte Sinai e ver com outros olhos, outros ouvidos o Ruach HaKodesh (o sopro sagrado). Estamos aqui prontos para a revelação da Luz, que nos indica nosso caminho, nossa missão.
A busca é por outro estado de consciência. Um perceber a vida de outra forma.
A Revelação Divina é o contato com o fogo de atzilut, o que fez todo o corpo físico, psíquico e espiritual tremer, uma revelação que atinge todos os mundos.

Nem todos conseguem chegar tão próximo deste fogo, nem todos saber suportar esta luz, mas muitos se embebedam da experiência mística.

Existem rituais, purificação, barreiras que surgem entre o mundo profano e o mundo sagrado.

Toda revelação nos coloca em contato com 2 mundos, o natural e o sobrenatural, o daqui e o de mais além.

Aprendemos que a vida é muito mais do que comer e beber, comprar e vender...precisamos ir mais além, subir outras dimensões, de Assiah para Yetzirá.... Integração e desintegração.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

CRISE NOSSA DE CADA DIA......




Por que não muda nada a cada dia... e a cada dia parece que temos mais problemas, mais crises?



É PRECISO um sistema de disciplina.

É preciso ter coragem, para fazer isto só.

Para que depois muitos possam fazer juntos.



Mas a disciplina é interna.



Será que não vamos nos dar conta que o mais importante no ser humano é seu mundo interno?



Dicas:



Viva cada dia – o tempo presente é fundamental para mudar os padrões

Crie um tempo para pensar no que deseja mudar

Pense mais neste desejo

Deseje de verdade

Esteja sempre em contato com o mundo paralelo, o mundo espiritual

Controle seus impulsos

Busque um código dos 72 nomes que poderá te ajudar.

Medite, a meditação é uma ótima forma de conhecer e controlar seus impulsos.

domingo, 15 de maio de 2011

LAG BAOMER - mistérios....




A caminho de Lag Baomer, vamos rever a realidade em que vivemos, uma realidade espiritual, que nos chega trazendo confusões, descaminhos, desequilíbrios, desafios e mais desafios. Numa dimensão não vista o mal toma conta. KLipot, obsessores, demônio, dragões, contra inteligência, satã, inimigos espirituais....energias negativas. Todos estes elementos são normalmente chamados de klipot!!

Todas elas existem onde a luz não existe, carregam o núcleo energético do desejo de querer para si. Consomem energia, tiram energia, nos carregam de desesperança e ilusão, nos colocam em uma vida presos em uma rotina não criativa, uma vida sem felicidade.

Toda vasilha possui 2 energias (isto significa: nós), uma positiva , sagrada, com o desejo de iluminar (compartilhar) e outra negativa, impura, com o desejo de receber. Esta energia pode estar em nossas entranhas mais profundas, ligadas a esta vida e a outras, ligada ao individuo e ao coletivo...carregamos tudo isto!
A questão é que vasilha se refere a tudo na criação, algo além de nós....existem forças negativas além de nós e que nos atingem ou que somos veículos destas energias.
Toda a energia negativa encontra uma casa, um canal através de nosso desejo de querer para si, através de nosso egoísmo ou negatividade...qualquer situação em que possa existir uma baixa de energia, humor ou ânimo pode se tornar uma porta para que o mal possa agir.

Quando o mal age mais forte? Quando existe unidade ou construção de unidade. Isto é Luz!

Lag Baomer é uma ilha de luz!?? Muito mais do que isto...é uma verdadeira arma contra as Klipot.


A força negativa age independente da luz! E está presente fortemente na terra.
O que alimenta o mal é a energia do desejo de querer para si, por isto que a perturbação que esta energia deixa é de forte egoísmo, queixa, vitimização, dor... que só contrai a pessoa. Uma negatvidade muito interna, íntima.

O sistema negativo é inteligente, possui e vive em mundos paralelos. Age de forma inteligente e com "alta tecnologia".

Para a Cabala o poder da mente, da imaginação atrai o seu oposto....buscar a luz atrai a negatividade. Uma certa medida de negatiidade é necessária para haver movimento. O importante é buscarmos integrar – unir e não separar. A tendência do mal é separar...a nossa tendência é separar.

Quando estamos sob sua força fazemos as escolhas Erradas!!
Escolhemos pelo que vai dar ilusoriamente certo, mas é o errado, escolhemos errado....escolhemos pela desilusão, pela infelicidade, ou pela felicidade instantânea. Temporária.

As origens do mal estão plantadas em nós mesmos, em nossas energias mais primitivas, longe de nossa consciência, ganham nomes e imagens de demônios, dragões e etc....

Existe uma dimensão espiritual que o mal, a negatividade não existe, é o resultado da integração. O mundo daqui é que é dual!! E quando percebemos esta dualidade, estamos vivendo o bem...e o mal.... estamos fragmentados...na verdade separado do bem, da luz!
O mal é o sistema destrutivo, sendo aquilo que não nos permite evoluir internamente, tranformar nosso ser.
A cabala nos mostra que existe um sistema, um nível de consciência em que podemos vencer o mal!!! É através da coluna central. Sua vivência e experiência pode nos elevar a dimensão de zeir anpin, isto é, a dimensão dos aspectos emocionais divinos (poderes e qualidades divina) e elevar a consciência. É como tocar numa força espiritual que traz toda a transformação que necessitamos. A força e influência para todo o universo.

Existem muitas forças que combatem os que podem ligar a coluna do meio, os que podem chegar em tifereth, aqueles que ficam e desejam se aproximar de D´us, da luz.

Por isto se faz muito importante, que nesta caminhada espiritual cada um saiba como se proteger e acabar com o mal.

shalom

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Combatendo Amalec

Todos dias quando acordamos estamos aptos a receber uma luz, e esta luz é transformada, conforme nossas escolhas, em bons pensamentos ou não. Em ânimo ou desânimos, em leveza ou culpas e julgamentos.
A estas energias negativas que deixamos fazer parte de nossas vidas, chamamos de
Amalec.

Tamanha é a força do pensamento que podemos manifestá-las. Vem através de pessoas, situações e etc...é muito sutil. Mas elas abrem espaço para que energias julgadoras, negativas possam aparecer e dificultar nossa caminhada.
Nós mesmos, somos , sem perceber tomados pelo nosso egoísmo, e através da energia do desejo de querer para si, trazemos energias negativas.

Nosso postura, nosso jeito de ser, nosso desespero em nos livrar de alguma coisa, alguma situação, nossa raiva, medos ou culpas ...nos levam para este tipo de energia.
É muito sutil. Normalmente nem percebemos, mas os outros percebem.

Quando ficamos muito tempo com as mesmas questões, as mesmas duvidas, perguntas, as mesmas angustias é por que estamos sob esta energia. É preciso mudar! Mudar a pergunta, mudar a relação que estamos tendo com ela e com a "coisa " em si.

Vivemos num mundo onde nossa realidade é recheada de impurezas, energias negativas, somos veículos delas e não percebemos. É necessário um grande esforço para manter as vibrações elevadas.

Conexões e busca de instrumentos dados pela Cabala irão nos ajudar e afastar estas energias. A consciência é uma forma de digerirmos estas situações.

Quando algo de ruim nos acontece ou alguma duvida sobrevêm, ao termos consciência , estamos nos caminho da descoberta para realizarmos o Tikun (Harmonização). Nossa atenção deve estar focada no desejo de resolução, equilíbrio, de unir as partes e não separar.
Normalmente queremos nos livrar daquela situação negativa, mas a idéia é unir e não afastar! Pense nisso!

Mês de Touro - Iyar




Estamos no mês de Touro, chamado de Iyiar. Nossos meses são lunares, a cada Lua nova um novo ciclo de energia. A cada novo ciclo experimentamos um novo colorido. Adentramos a astrologia cabalística.

Iyar é o mês do renascimento espiritual, é quando, depois do impulso, das novas atitudes do ciclo anterior, vamos amadurecer a semente. Em Touro conhecemos a necessidade de mastigar e mastigar, conhecer bem o gosto de cada coisa que nos chega. Desmanchar é transformar. De algo concreto para algo mais concreto ainda.
Por isto falamos que neste período tiramos o melhor de cada coisa, revelamos o Brilho (ziv).

É quando o Maná caiu dos céus, alimentava a alma e o corpo, purificava e refinava a espiritualidade. Também é neste mês que nos conectamos às águas tirada da pedra.
É um período em que conseguimos ter força para combater o Amalec, nome símbolo para o mal que está sempre em nossa volta. Desânimo, energias negativos, inimigos revelados e não revelados. É preciso ligar-se nas forças espirituais do bem, da Luz, da Torá para combatê-los.

Neste mês podemos nos ligar a consciência do corpo e curá-lo. Iyar é o acrônimo das palavras “ Ahi haShem Rofecha” ( Eu, D´us, sou seu curador), a soma de suas letras revela o valor 221, que o mesmo da palavra curar. Cada letra do nome Iyar é a primeira letra de Avraahm, Isaac, Yacoov, Raquel – canais de luz para este mês.
O mês de Touro é visto como uma ponte de transformação entre a Nefesh e o Ruach, uma passagem de consciência, a transformação de nosso ser, mais elevado, mais sensível – perceptível, pois podemos desenvolver a capacidade de ouvir pelo corpo, deixá-lo mais leve, menos denso. Existe neste período o dia que marca esta passagem, que é LAG BAOMER, o 33° dia da contagem do omer, que representa a reta final para chegarmos na Terra Prometida e uma parte da caminhada para recebermos as instruções, conhecimento, a identidade desejada. Lag baomer, também marca o fim de energias negativas atuando em nossas vidas, é o dia da conexão com a sabedoria de Shimon Bar Yochai, escritor do sagrado ZOHAR.

Na letra Vav, nos ligamos as luzes divinas, na letra vav mastigamos as emoções para construir o pensamento correto (ação deste mês). Vav liga conceitos aparentemente opostos, ela é a letra que traz a palavra EMET – verdade.
Ainda estamos construindo, valores, desejos, conhecendo nossa essência e o que temos para oferecer e trocar com a vida. Estamos buscando e aprendendo a pertencer a algo, alguém.

Iyar – Touro regido por Vênus, sua pedra é a esmeralda, safira. Cor é o rosa ou verde. Metal o cobre, Essência: rosa! Tribo Yssachar.

ECLIPSE E A ESCURIDÃO

Voce tem medo do escuro? normalmente temos, normalmente não desejamos situações de escuridão em nossas vidas. A kabbalah nos mostra at...