Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2016

TASHLICH....deixe ir

Imagem
Largue...largue agora o que te mata! O que te sufoca!

Largue num rio, largue num lago, mas largue!

Em hebraico Largue é Tashlich, o nome de um ritual que é realizado cabalisticamente na beira de um local com água e peixes.

Sabe quando tu estás no fim, no ultimo fio de vida! Limitado(a) em tantas energias negativas?



O profeta Miquéias diz: "Que sejam levados (Tashlich) seus pecados para as profundezas do mar". Levados e lavados pela água.



Joguemos tudo na água, na água que contem peixes, usando o pão como símbolo do que não queremos.

Você deseja que suas orações cheguem aos céus? A as águas refletem o céu e a palavra água, maim está na palavra Céus ( Sha-maim). A água é a fonte maior, renovadora e purificadora da vida. Ela recicla, renova e transforma.

Utilizamos o pão, as migalhas, aquilo que sobra, mas que muitas vezes é o que faz a nossa vida, assim encontramos, muitas vezes a nossa vida, em migalhas!

O local com peixes, traz a esperança da reciclagem, os olhos que estão …

NADA É ACASO....

Imagem
Nos princípios cabalísticos a vida não possui coincidências e não acasos, a vida não é feita de um sistema aleatório, ela simplesmente tem repostas, tem porquês! Tudo existe por que cumpre algum propósito, tudo nesta vida está interligado, tudo se conversa, nada é solto, tudo tem uma função, e é exatamente esta função que colocada cada coisa num espaço e tempo, ou seja, em lugar certo.
É esta simples visão da Kabbalah que traz a noção da existência do que chamamos D´us, IHVH. É o escritor e o sistema que interliga de forma amável e próspera à tudo. O que mantém e é o movimento, a troca constante, ou melhor...a Inteligência que mantém tudo.
Toda a existência possui um por que, tudo que nos acontece e irá acontecer tem um propósito. Em nossos estudos  o que estamos buscando é adentrar o nível de consciência, onde iremos perceber esta realidade, sentir e muda-la.
É este novo sistema de percepção que nos traz o sentido da vida.
Vivemos hoje um processo de contração, como num nascimento,…

Mês de Teshuva

Neste ciclo lunar vivemos uma oportunidade única na cabala.
Mudar a nossa vida.
Mas pense em termos profundos, espirituais. Você mudar é mexer em suas entranhas, em seus códigos, em padrões que sua alma carrega e que como conseqüência causam sofrimentos em sua vida.

É preciso caminhar para a Teshuva.

Para a cabala a palavra Teshuva, que significa retorno para si, arrependimento, guarda muito mais do que um processo de consciência, mas um poder espiritual enorme.
Saber fazer na hora certa a Teshuva é entrar num sistema poderoso de transformação. E agora é o período correto.
Todo dia nas sinagogas ouvimos o toque do shofar. É como um chamado a este despertar. Mas muito mais, o toque do shofar, pelo seu poder de som, abre algo dentro de nosso peito, faz o que chamamos de cirurgia cabalística.
A meditação de olhar com sinceridade para dentro de si, é na verdade um poder de abrir um espaço para que estejas contigo mesmo(a). O que nos dia de hoje, não nos é muito comum.
Nossa falta de de te…